top of page

Calendário Afro–Novembro

1 – Morre no Rio de Janeiro, o poeta Manuel Inácio da Silva Alvarenga. (1814) 1 – Circula no Rio de Janeiro, o primeiro número de “O Abolicionista”, órgão da “Sociedade Contra a Escravidão”. (1880) 1 – Morre aos 45 anos, no Rio de Janeiro, o escritor Afonso Henrique de Lima Barreto, 48 horas antes do falecimento de seu pai. (1922) 1 – Fundação em Salvador (BA), do Bloco Afro Ilê Ayê. O mais antigo do Brasil. (1974) 1 – Independência de Antígua e Barbuda. (1985) 1 – Morre no Rio de Janeiro, o animador cultural , militante negro, ex-presidente do Grupo Afro Cultural Agbara Dudu, Ednaldo Ambrosino de Lima. (1991)

2 – O presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan sanciona um projeto que torna a terceira segunda-feira de janeiro, feriado nacional em homenagem ao nascimento do líder negro Martin Luther King Jr. (1983) 2 – Morre, aos 54 anos, vítima de enfarte, durante o sono, em sua casa em Jacarepaguá, a cantora e compositora Jovelina Faria Belford, Jovelina Pérola Negra. (1998)

3 – Nasce no bairro de Cascadura (RJ), o cientista Sebastião

José de Oliveira, curador da Coleção Etimológica da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). (1918) 3 – Fundação no município de São João de Meriti (RJ), do G.R.E.S. Unidos da Ponte. Cores: azul e branco. (1952)

4 – Nasce no Rio de Janeiro (RJ) o cantor e compositor Monsueto Campos Menezes – Monsueto de Menezes. (1924) 4 – Assembléia Nacional do MNU – Movimento Negro Unificado – realizada em Salvador (BA) declara 20 de Novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, Dia Nacional da Consciência Negra. (1975)

5 – O Governo sul-africano anuncia a libertação de um dos líderes históricos do Congresso Nacional Africano, Goban Mueke, condenado à prisão perpétua vinte e quatro anos. (1987) 5 – Criação no bairro de Madureira, Rio de Janeiro, do Bloco Afro Carnavalesco Dudu Odara. (1988)

6 – Decreto Imperial do Gabinete Zacarias de Góes, autoriza aos escravos da nação que estiverem em condição de servir ao Exército, se dê gratuitamente liberdade para se empregarem naquele serviço. (1866)

7 – Através de um projeto apresentado ao Senado pelo Marquês de Barbacena, é aprovada a Lei Diogo Feijó, primeira lei proibindo o tráfico de escravos. A Lei “Declara livres todos os escravos vindos de fora do Império, impõe penas aos importadores dos mesmos escravos. (1831) 7 – Carl Stokes de Cleveland e Richard Hatcher de Gary tornam-se os primeiros prefeitos negros das principais cidades dos Estados Unidos. (1967) 7 – O jogador de basquete americano Magic Johnson, anuncia à imprensa ser portador do vírus HIV. (1991)

8 – São enforcados e esquartejados na cidade de Salvador (BA), os alfaiates João de Deus Nascimento e Manuel Faustino dos Santos Liro e os soldados, Lucas Dantas de Amorim Torres e Luís Gonzaga das Virgens, líderes da Revolta dos Alfaiates ou Conjuração Baiana. (1799) 8 – Nasce em Indianópolis (EUA), Marshall Walter Taylor, Major Taylor, o mais rápido corredor de bicicletas do mundo durante 12 anos. (1878) 8 – Mais de 100 sociólogos, pesquisadores e entidades negras encaminham manifesto ao IBGE exigindo a inclusão do item cor no recenseamento de 1980. (1979)

9 – Morre em Pombeiro, Portugal, Domingos Caldas Barbosa, poeta, autor de cantigas e modinhas. (1800) 9 – Morre o cantor Altemar Dutra, que eternizou através de sua voz músicas como: “O Trovador”, “Sentimental”. (1983) 9 – Nos Estados Unidos, o lutador de boxe Evander Holyfield nocauteia o campeão Mike Tyson e iguala o recorde de Muhammed Ali, ao conquistar por três vezes o título mundial dos pesos pesados. (1996)

10 – Início da Revolta da Vacina, no Rio de Janeiro, com os primeiros confrontos entre o povo e a polícia. (1904) 10 – Tem início a primeira reunião da Convenção do Negro Brasileiro com a presença de vários estados. (1945) 10 – Nasce o cantor e compositor Abimael do Nascimento Álvares – Alvarese. (1917) 10 – Fundação no Rio d Janeiro do G.R.E.S. Mocidade Independente de Padre Miguel. Cores: verde e branco. (1955)

2 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page