top of page

“Mogangueiro da Cara Preta”


Autores: Alessandro Falcão / Cláudio Russo / Gustavo Clarão / Julio Alves / Moacyr Luz / Pier Ubertini / W. Correia

Intérprete: Wander Pires

NUM MAR DE TEMPESTADE E VENTANIA FOI TRAZENDO ESPECIARIAS QUE O BARCO NAUFRAGOU NOZ MOSCADA, CRAVO, IGUARÍAS NO CAMINHO PARA AS ÍNDIAS O MARINHEIRO SE PERDEU NA MADRUGADA O MOGANGUEIRO CORREU PARA O IGARAPÉ A CURUMINHA ENTOOU UMA TOADA ENQUANTO ABRIA-SE A FLOR DO MURURÉ E NESSE ENCONTRO ENTRE O RIO E O OCEANO A GRANDE ILHA QUE CULTIVA O CARIMBÓ DIZEM QUE ÍNDIOS AINDA FALAM COM HUMANOS HÁ MUITOS ANOS NA ILHA DE MARAJÓ EH! BATUQUEIRO NO SAMBA DE RODA, CURIMBÓ QUERO VER VOCÊ CANTAR, COMO CANTA O CURIÓ OKÊ CABOCLO! ONDE VAI A PIRACEMA? RIO ACIMA SEGUE O VOO DE UMA JURITI PEPENA HÁ MÃO QUE MODELA A VIDA NO BARRO MARAJOARA E O BÚFALO QUE PISA ESSE CHÃO DO PARAUARA CHAMA O MESTRE DAMASCENO PRA ENTOAR ESTA CANÇÃO DAS CANTIGAS DA VOVÓ DO TEMPO DA ESCRAVIDÃO É LÁ! É LÁ! É LÁ! CANOEIRO VIVE SÓ “MORENÁ” É LÁ! É LÁ! É LÁ! MAS PRECISA DE UM XODÓ CADÊ O BOI? O MOGANGUEIRO, O MANDIGUEIRO DE OYÁ MEU TUIUTI NÃO TEM MEDO DE CARET A TRÁS O BOI DA CARA PRETA DO ESTADO DO PARÁ

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page